Bíblia João Ferreira de Almeida

Salmos 61

1Ouve, ó Deus, o meu clamor; atende ã minha oração.

2Desde a extremidade da terra clamo a ti, estando abatido o meu coração; leva-me para a rocha que é mais alta do que eu.

3Pois tu és o meu refúgio, uma torre forte contra o inimigo.

4Deixa-me habitar no teu tabernáculo para sempre; dá que me abrigue no esconderijo das tuas asas.

5Pois tu, ó Deus, ouviste os meus votos; deste-me a herança dos que temem o teu nome.

6Prolongarás os dias do rei; e os seus anos serão como muitas gerações.

7Ele permanecerá no trono diante de Deus para sempre; faze que a benignidade e a fidelidade o preservem.

8Assim cantarei louvores ao teu nome perpetuamente, para pagar os meus votos de dia em dia.


Publicar um comentário




Comentários

2017-08-18 Ga amém iolanda
2017-04-05 Amém
2016-10-30 Amém
2015-08-17 A todo momento meu coração canta pôr ti senhor Jesus aleluia aleluia...
2015-06-24 O Senhor é o meu refúgio! Eu confio em ti meu Deus!!!
2015-06-17 Mitui bom ,
2014-12-01 Te adorarei enquanto eu viver. Cantarei e louvarei sempre. Silvia.
2014-06-29 quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo de minhas assas. Mt 23.37
2014-06-06 cantar louvores a ti senhor e meu prazer equanto eu viver zilma